...

Central de atendimento ao Técnico

0800 016 1515

Generic selectors
Somente resultados exatos
Buscar em títulos
Buscar no conteúdo
Post Type Selectors

CONHEÇA O CRT DA SUA REGIÃO:

“Não basta ser um bom técnico, descubra como ser um expert”, diz especialista

Desafio lançado na Semana do Técnico Industrial 2022 promoveu reflexão sobre a importância do aprimoramento profissional no mercado de trabalho.

Técnicos industriais do Sistema CFT/CRTs participaram da palestra que tratou sobre a importância do aprimoramento profissional no mercado de trabalho. O tema foi abordado  pela coach e treinadora comportamental Mery Ellen, uma das palestrantes da Semana do Técnico 2022. O evento realizado em Brasília, no mês de setembro, foi promovido pelo Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT), com apoio dos regionais que integram o Sistema CFT/CRTs.

Ao lançar ao público o desafio de buscar destaque na atuação diária no exercício da função e no mercado de trabalho, Mery Ellen enfatizou o conceito e a importância da inteligência emocional nesse processo de valorização profissional. “Inteligência emocional é a capacidade de se conhecer, de saber pontos fortes e fracos. Nada melhor do que a inteligência emocional para entender como agir certo, na hora certa e na velocidade certa”, destacou.

Para reforçar a relevância desse “tema do século”, a especialista apresentou pesquisas recentes que revelam a falta de inteligência emocional e a má conduta como fatores determinantes em 90% dos casos de demissão. Os levantamentos mostram ainda que esses dois aspectos motivaram 60,47% dos líderes entrevistados a abrir mão do colaborador e 47,69% dos trabalhadores a pedir demissão.

De acordo com Mery Ellen, o baixo nível de inteligência emocional nada tem a ver com o intelecto, e, sim, com aspectos emocionais. Desta forma, ela exemplificou que um profissional com excelente capacidade técnica pode não se destacar e encontrar dificuldades de se manter no trabalho por não saber lidar com as emoções. Inclusive, ela destacou que o descontrole das emoções é um dos sinais da ausência de inteligência emocional.

Para facilitar o entendimento, a palestrante fez testes rápidos com o público para verificar o nível de inteligência emocional e identificar em qual perfil de profissional se encaixa, bom como conhecer os pontos fracos e fortes.

“Você está no lugar certo, ao lado das pessoas certas e, principalmente, você escolheu a profissão certa para a sua vida. Valorize ao máximo o que tem e seja você mesmo”, finalizou.

Mediaram a apresentação as conselheiras federais Deise Lopes de Carvalho e Telga Stephany da Silva.

Últimas notícias

CFT alerta sobre prazo para justificativa eleitoral

Profissionais habilitados que não votaram nas eleições do Sistema CFT/CRTs, em 2022, têm até 12 de fevereiro para justificar ausência de modo online e manter…
Ler mais...

CFT propõe integração com o Conselho de Química

Iniciativa fortalece os interesses dos técnicos Industriais e profissionais de química que atuam em diferentes áreas ligadas ao desenvolvimento social e econômico do Brasil.
Ler mais...

CFT capacita equipes de fiscalização do CRT-03

Projeto itinerante desenvolvido pela Diretoria de Fiscalização e Normas do CFT, treina equipes do regional que abrange os estados de Alagoas, Paraíba, Pernambuco e Sergipe.
Ler mais...

“Não basta ser um bom técnico, descubra como ser um expert”, diz especialista

Desafio lançado na Semana do Técnico Industrial 2022 promoveu reflexão sobre a importância do aprimoramento profissional no mercado de trabalho.

Técnicos industriais do Sistema CFT/CRTs participaram da palestra que tratou sobre a importância do aprimoramento profissional no mercado de trabalho. O tema foi abordado  pela coach e treinadora comportamental Mery Ellen, uma das palestrantes da Semana do Técnico 2022. O evento realizado em Brasília, no mês de setembro, foi promovido pelo Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT), com apoio dos regionais que integram o Sistema CFT/CRTs.

Ao lançar ao público o desafio de buscar destaque na atuação diária no exercício da função e no mercado de trabalho, Mery Ellen enfatizou o conceito e a importância da inteligência emocional nesse processo de valorização profissional. “Inteligência emocional é a capacidade de se conhecer, de saber pontos fortes e fracos. Nada melhor do que a inteligência emocional para entender como agir certo, na hora certa e na velocidade certa”, destacou.

Para reforçar a relevância desse “tema do século”, a especialista apresentou pesquisas recentes que revelam a falta de inteligência emocional e a má conduta como fatores determinantes em 90% dos casos de demissão. Os levantamentos mostram ainda que esses dois aspectos motivaram 60,47% dos líderes entrevistados a abrir mão do colaborador e 47,69% dos trabalhadores a pedir demissão.

De acordo com Mery Ellen, o baixo nível de inteligência emocional nada tem a ver com o intelecto, e, sim, com aspectos emocionais. Desta forma, ela exemplificou que um profissional com excelente capacidade técnica pode não se destacar e encontrar dificuldades de se manter no trabalho por não saber lidar com as emoções. Inclusive, ela destacou que o descontrole das emoções é um dos sinais da ausência de inteligência emocional.

Para facilitar o entendimento, a palestrante fez testes rápidos com o público para verificar o nível de inteligência emocional e identificar em qual perfil de profissional se encaixa, bom como conhecer os pontos fracos e fortes.

“Você está no lugar certo, ao lado das pessoas certas e, principalmente, você escolheu a profissão certa para a sua vida. Valorize ao máximo o que tem e seja você mesmo”, finalizou.

Mediaram a apresentação as conselheiras federais Deise Lopes de Carvalho e Telga Stephany da Silva.