...

Central de atendimento ao Técnico

0800 016 1515

Generic selectors
Somente resultados exatos
Buscar em títulos
Buscar no conteúdo
Post Type Selectors

CONHEÇA O CRT DA SUA REGIÃO:

Resolução define as atribuições dos Técnicos Industriais em Calçados

Normativa estabelece que conhecimento teórico e o respectivo registro junto ao Sistema CFT/CRT’s, são requisitos indispensáveis para responsabilidade técnica nos processos de planejamento, gerenciamento, execução, supervisão e assistência no setor calçadista.

As atribuições dos Técnicos Industriais em Calçados estão definidas por meio da Resolução Nº167, de 25 de janeiro de 2022. A normativa do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT), aprovada na 23ª Sessão Plenária Deliberativa da autarquia federal, estabelece ainda os campos de atuação e a prerrogativa do técnico industrial responsabilizar-se por empresas, cujos objetivos sociais sejam condizentes com a sua qualificação técnica profissional.

Para atuar como Técnico Industrial em Calçados o profissional deverá ter cumprido 1.200 horas/aula em curso técnico da referida modalidade, reconhecido pelo Minsitério da Educação. Para o exercício profissional o mesmo precisa estar habilatado junto ao Conselho Federal ou regional da sua jurisdição. O conhecimento teórico e o respectivo registro junto ao Sistema CFT/CRT’s, são requisitos indispensáveis para que o Técnico Industrial em Calçados possa planejar, gerenciar, executar, supervisionar e prestar assistência técnica em projetos e trabalhos ligados ao setor calçadista.

  • Atribuições
  • Executar, coordenar e supervisionar operações relativas à fabricação de calçados, preparação, corte, costura, montagem e acabamento;
  • Atuar no planejamento, programação e no controle dos processos de produção;
  • Elaborar o orçamento de materiais, equipamentos, instalações e mão de obra, de seus próprios trabalhos ou de outros profissionais;
  • Dar assistência técnica na compra, venda e utilização de equipamentos e materiais especializados, assessorando, padronizando, mensurando e orçando;
  • Controlar a qualidade de matérias-primas, insumos e produtos;
  • Acompanhar tendências de mercado e verificar materiais alternativos para a confecção de calçados;
  • Definir a utilização de materiais, equipamentos e recursos humanos para produção;
  • Elaborar e implantar plano de manutenção e lubrificação de máquinas para a confecção de calçados;
  • Aplicar as normas técnicas relativas aos respectivos processos de trabalho relacionadas à qualidade, segurança, meio ambiente e saúde;
  • Analisar laudos e emitir parecer técnico sobre a proposição de novos processos produtivos e a viabilidade do beneficiamento de novos produtos;
  • Planejar e Controlar a produção de calçados e acessórios;
  • Elaborar manuais técnicos e de boas práticas;
  • Ministrar disciplinas técnicas de sua especialidade;
  • Executar gestão e planejamento de produção e criação de calçados.

Últimas notícias

CFT alerta sobre prazo para justificativa eleitoral

Profissionais habilitados que não votaram nas eleições do Sistema CFT/CRTs, em 2022, têm até 12 de fevereiro para justificar ausência de modo online e manter…
Ler mais...

CFT propõe integração com o Conselho de Química

Iniciativa fortalece os interesses dos técnicos Industriais e profissionais de química que atuam em diferentes áreas ligadas ao desenvolvimento social e econômico do Brasil.
Ler mais...

CFT capacita equipes de fiscalização do CRT-03

Projeto itinerante desenvolvido pela Diretoria de Fiscalização e Normas do CFT, treina equipes do regional que abrange os estados de Alagoas, Paraíba, Pernambuco e Sergipe.
Ler mais...

Resolução define as atribuições dos Técnicos Industriais em Calçados

Normativa estabelece que conhecimento teórico e o respectivo registro junto ao Sistema CFT/CRT’s, são requisitos indispensáveis para responsabilidade técnica nos processos de planejamento, gerenciamento, execução, supervisão e assistência no setor calçadista.

As atribuições dos Técnicos Industriais em Calçados estão definidas por meio da Resolução Nº167, de 25 de janeiro de 2022. A normativa do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT), aprovada na 23ª Sessão Plenária Deliberativa da autarquia federal, estabelece ainda os campos de atuação e a prerrogativa do técnico industrial responsabilizar-se por empresas, cujos objetivos sociais sejam condizentes com a sua qualificação técnica profissional.

Para atuar como Técnico Industrial em Calçados o profissional deverá ter cumprido 1.200 horas/aula em curso técnico da referida modalidade, reconhecido pelo Minsitério da Educação. Para o exercício profissional o mesmo precisa estar habilatado junto ao Conselho Federal ou regional da sua jurisdição. O conhecimento teórico e o respectivo registro junto ao Sistema CFT/CRT’s, são requisitos indispensáveis para que o Técnico Industrial em Calçados possa planejar, gerenciar, executar, supervisionar e prestar assistência técnica em projetos e trabalhos ligados ao setor calçadista.

  • Atribuições
  • Executar, coordenar e supervisionar operações relativas à fabricação de calçados, preparação, corte, costura, montagem e acabamento;
  • Atuar no planejamento, programação e no controle dos processos de produção;
  • Elaborar o orçamento de materiais, equipamentos, instalações e mão de obra, de seus próprios trabalhos ou de outros profissionais;
  • Dar assistência técnica na compra, venda e utilização de equipamentos e materiais especializados, assessorando, padronizando, mensurando e orçando;
  • Controlar a qualidade de matérias-primas, insumos e produtos;
  • Acompanhar tendências de mercado e verificar materiais alternativos para a confecção de calçados;
  • Definir a utilização de materiais, equipamentos e recursos humanos para produção;
  • Elaborar e implantar plano de manutenção e lubrificação de máquinas para a confecção de calçados;
  • Aplicar as normas técnicas relativas aos respectivos processos de trabalho relacionadas à qualidade, segurança, meio ambiente e saúde;
  • Analisar laudos e emitir parecer técnico sobre a proposição de novos processos produtivos e a viabilidade do beneficiamento de novos produtos;
  • Planejar e Controlar a produção de calçados e acessórios;
  • Elaborar manuais técnicos e de boas práticas;
  • Ministrar disciplinas técnicas de sua especialidade;
  • Executar gestão e planejamento de produção e criação de calçados.